terça-feira, 26 de julho de 2011

Donkey Kong Country Returns

Agora irei postar sobre o Donkey Kong Country Returns para Wii, o 4º jogo da série Country.

No ano de 1982, o mundo conhecia Donkey Kong, um simpático e estúpido gorila que raptava a princesa e o encanador Mario (ainda conhecido como Jumpman) ia salva-lá. O jogo, simples e divertido, conquistou o mundo.
Em 1994, a Nintendo firmou parceria com a empresa inglesa Rare, e a dupla lançou Donkey Kong Country, que se transformou em um sucesso estrondoso em pouco tempo. Esse sucesso rendeu duas continuações, criando assim a famosa Trilogia DKC; em 1995 era lançado Donkey Kong Country 2: Diddy's Kong Quest, e em 1996, era a vez de Donkey Kong Country 3: Dixie Kong's Double Trouble. Além dos gráficos, outro fator que surpreendeu os fãs da época foi a trilha sonora da trilogia, com músicas maravilhosas e divertidas. Em 1999, o gorila chega às plataformas 3D do Nintendo 64, com o Donkey Kong 64. Apesar de ser um jogo bom, não superou a trilogia DKC. Depois disso, Donkey Kong estrelou pequenos jogos, fez aparições em alguns jogos do Mario, e até brincou um pouco de kart nos jogos da série Mario Kart. Mas será que esse seria o fim do gorila DK?



Em 2009, na E3, a Nintendo respondeu a pergunta dos fãs, divulgando Donkey Kong Country Returns. Como a Rare foi vendida para a Microsoft, coube a Retro Studios (famosa pela série Metroid Prime) criar o novo DKC. Em Novembro de 2010, estava oficialmente lançado o quarto e talvez mais esperado título da série DKC: chegavam às lojas Donkey Kong Country Returns.

Com cenários e personagens em 3D, o jogo mantinha a mesma mecânica do primeiro DKC. Fases com temas variados, desde selvas a montanhas, ruínas a fábricas e praias a vulcões marcam presença em DKC Returns.

Apesar de ter sido baseado no primeiro Donkey Kong Country, você não encontrará em DKC Returns fases aquáticas, de neve, o peixe-espada Enguarde, ou o avestruz Expresso. Na verdade, nem mesmo King K. Rool e os Kremlings estão aqui. Os únicos animais ajudantes são o rinoceronte Rambi e o papagaio Squawks. Os Kremlings foram substituídos pelos Tikis, máscaras demoníacas em forma de instrumentos musicais que enfeitiçaram os animais da ilha DK, fazendo-os roubar as bananas do nosso querido gorila.

Em sua jornada para recuperar sua estimada coleção de bananas, Donkey Kong contará com a ajuda de ninguém mais que Diddy Kong! O simpático macaquinho também marca presença neste novo capítulo da série. Infelizmente, Diddy só é controlável no modo multiplayer (D'OH), no modo singleplayer, Diddy ficará nas costas do gorila e ajudará com uma mochila à jato, que permite que a dupla fique mais tempo no ar, além de permitir que DK role por mais tempo.

Apesar dos cortes que sofreu, e de sua dificuldade elevada em vários momentos, Donkey Kong Country Returns torna-se um título obrigatório a todos que tem
um Nintendo Wii ou joga pelo emulador mesmo.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: