quarta-feira, 4 de setembro de 2013

[CURTAS] Desenvolvedora Cria Polêmica Ao Dizer Que a Nintendo Deveria Seguir o Exemplo Da Sony e Microsoft


Oi pessoal, tudo bem ?
Em entrevista ao programa Bonus Round, Pete Hines, o vice-presidente de relações públicas e marketing da desenvolvedora estadunidense Bethesta (Empresa responsável pelas séries de games The Elder Scrolls e Fallout), disse que a própria Nintendo é culpada pela falta de jogos third-parties para o Wii U, e que a empresa nipônica deveria seguir os exemplos da Sony e Microsoft na criação de seus consoles, causando muita polêmica entre os Nintendistas !
De acordo com Pete, a Nintendo deveria ter consultado os desenvolvedores de games third-parties antes de criar o Wii U, assim como a Sony fez com o Playstation 4 e a Microsoft com Xbox One ! Para ele, esse é o verdadeiro motivo pelo qual muitas desenvolvedoras já disseram que não irão produzir para o Wii U ! Confiram um trecho da entrevista a seguir :

“Você tem que gastar um tempo fazendo isso [negociando com os desenvolvedores]. Se você chegar e disser: ‘Nós vamos fazer um console e é assim que ele vai funcionar. Você deveria desenvolver jogos para ele’, eu vou responder que não”.

A polêmica se inicia pelo fato de que todos sabemos que o motivo pelo qual muitas desenvolvedoras não querem produzir para o Wii U é por conta das baixa vendas do console ! Além do mais, nunca foi dito que a Nintendo consultou as outras desenvolvedoras antes de produzir seus consoles, e só precisamos olhar as gerações anteriores para vermos que esse motivo nunca afetou a Nintendo, que sempre vendeu mais que as concorrentes Sony e Microsoft ! É óbvio que Pete Hines se equivocou ao dizer tal coisa.
O vice-presidente ainda deixa claro que não irá produzir para o Wii U ! Mas se eu não me engano,  a Bethesda nunca produziu para um console da Nintendo, e isso nunca foi problema !
O que acham leitores ? Concordam com Pete ? Ou acham que ele não passa de um invejoso ?
                                                                                                  

Comentários
0 Comentários

0 comentários: