domingo, 27 de julho de 2014

DKC Tropical Freeze - Volcano Dome

Fase: n°60;
Tipo: Chefe/Gelo/Lava;
Ataque: Invocar Tucks como bolas de gelo, dar investidas, invocar Ice Dragons, dar saltos enormes e criar geysers de lava para levantar o chão;
N° de golpes: 09;
Dificuldade: 9.5/10.

E aqui estamos nós, na batalha final ! Chegou o momento de os Kongs acertarem as contas de uma vez por todas com Lord Fredric, The Snowmad King. Entrando no covil do inimigo, DK logo de cara se depara com o líder/rei da tribo de vikings do norte sentado em seu trono, esbanjando poder, com Tucks e outros Snowmads "soando o alarme". Graças ao grande salto dado por DK, e depois por Lord Fredric, o gelo que compõe o chão racha e quebra, fazendo com que os símios e o leão marinho cinzento (Que usa capa, um cinturão, um chapéu de viking, etc.) caiam com o resto das coisas e alguns Tucks, em um local mais baixo, onde está presente a lava do agora quieto vulcão.
Junto de seu berrante, Lord Fredric tem a habilidade de aumentar de tamanho, como se não bastasse sua enorme altura em relação ao gorilão engravatado ! Com a habilidade de dar grandes saltos, o inimigo consegue alternar entre o piso principal, onde está os Kongs, e um secundário. Mais ao fundo observa-se o trono do rei viking, além de Tucks como espectadores da batalha, e duas bandeiras com o símbolo dos Snowmads.
Apesar de ser gigante, Fredric possui uma agilidade e tanto, e utiliza dela para tentar desviar dos Tucks arremessados por DK ! Esses pinguins foram inicialmente invocados pelo Snowmad King com o berrante, como bolas de neve, e jogados para tentar causar dano nos símios !
Mas, utilizamos dele para provocar o inimigo e fazê-lo pular para o plano principal, e começar a dar suas investidas - é nesse momento que conseguimos infringir dano ao Boss, pulando em suas costas quando o mesmo corre de cabeça pra frente. Com seus enormes saltos, Fredric consegue também exercer tanta pressão contra o chão que cria geysers de lava que levantam o mesmo, e fazem os Kongs irem pra cima. Invocando Ice Dragons (Menores do que o que congelou DK Island) com o berrante, o Boss cria camadas de gelo escorregadio no piso onde encontra-se os Kongs, isso quando não acerta o gorilão.
Esses Ice Dragons também são invocados, mais pro fim da batalha, no plano primário, momento em que Fredric tem a clara intenção de acertar os oponentes - só podemos desviar, ou pulando, ou abaixando. Quando infringimos os 9 golpes no leão marinho, a batalha termina e chega aquele incrível momento em que podemos dar uns sopapos no chefe.
Assim, inicia-se a cutscene final: o inimigo é arremessado de DK Island de tal forma que parte seu navio voador em dois, e dá um "tibum" tão forte no mar, que faz vários navios da tribo do norte irem para o ar com a água ! Nesse "tibum", o berrante de Fredric voa de suas mãos e vai parar nas de DK, que o faz ficar em um tamanho mais apropriado, e utiliza dele para tropicalizar a ilha; é um espetáculo, literalmente, já que, para comemorar mais uma incrível vitória, a banda Kong inicia uma "mágica" melodia (Quem disse que Dixie não toca mais sua guitarra ?), com DK no berrante ! Essa melodia fica por um período nos crédito até ser substituída por outra, e é um remix da música tocada em Wing Ding. Aliás, nesses créditos ouvimos alguns incríveis remixes !
Escrevi esse chefe de maneira diferente do que costumo fazer com esse tipo de fase, porque agora deixo a vocês um vídeo mostrando desde o início da batalha até o momento em que DK encontra o presente com a última relíquia, para desbloquear o Mundo 7. Curtam esse fim épico de DKCTF, e já sintam nostalgia ao relembrar os melhores momentos desse fantástico game que, em minha opinião, deveria no mínimo concorrer como melhor do ano e ganhar na categoria de melhores músicas.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: