sábado, 25 de julho de 2015

[CURTAS] Masahiro Sakurai faz tributo à Iwata para a revista Famitsu; confira

A morte de Satoru Iwata continua rendendo muitas manifestações de carinho e homenagens ao eterno "presidente com mente de desenvolvedor e coração de gamer". Quem fala agora é ninguém menos que Masahiro Sakurai, consagrado desenvolvedor e responsável pelas franquias Super Smash Bros. e Kirby. Com apenas uma frase, Sakurai descreve aquilo que todos sentiram ao navegarem na internet durante todo o dia 12 de julho: "Minha mente apagou, e ainda agora a realidade não caiu".

Em sua coluna semanal para a conceituada revista japonesa Famitsu, Sakurai escreveu um belo texto onde destacou as cinco principais qualidades de Iwata. Confira:
Ele era um homem de virtude. Onde uma pessoa normal ficaria irritada ou furiosa, ele nunca demonstrou tais emoções, e ao invés disso analisava, organizava, e oferecia ideias. Ele era alguém que poderia abaixar sua cabeça e se desculpar por coisas que não eram culpa sua. Eu geralmente me preocupava sobre seus níveis de estresse, mas ele sempre falava com um sorriso.

Ele tinha uma mente brilhante. Mesmo quando as pessoas falavam longamente ou de forma desfocada, ele era hábil em dizer rapidamente, "então, o que você está tentando dizer é...", e rapidamente resumia o ponto da conversa. Ele era hábil em ver o coração das pessoas e coisas, e era um mestre em simplificá-las para que qualquer um pudesse entender seu ponto. Ele podia fazer imediatamente uma chamada sobre mudanças para melhorar. Eu não tenho dúvidas de que muitas pessoas foram salvas por esta qualidade.
 
Ele era um homem de esforços. Mesmo que ele não tenha começado no campo de gerenciamento, ele leu numerosos livros de gerenciamento, ele pedia conselhos a pessoas que levava a sério, e conseguiu se tornar o presidente da Nintendo. O que ele ganhou de seus anos como programador permitiu que ele realizasse com sucesso muitos projetos a longo prazo.

Ele era acessível e generoso. Coisas como o Iwata Asks, e o Nintendo Direct não necessariamente requeriam que o presidente da Nintendo tomasse a frente e fizesse. Havia sempre o risco de receber críticas levianas. E ainda assim, por ser o porta-voz, eu acredito que ele mostrou a importância de passar adequadamente uma mensagem à sua audiência.

Ele era simpático. Depois de se tornar o presidente da Nintendo, ele escrevia e-mails para todos os funcionários para comunicar o fato, e por mais difícil que isso fosse, assumiu uma postura de tratar todos como iguais. Ele frequentemente perguntava às third-parties como eles estavam passando. Como indivíduo, ele não possuía qualidades orgulhosas.

Sakurai também falou sobre o primeiro e o último encontro que teve com Iwata. Na primeira ocasião, quando se candidatou a um emprego na HAL Laboratory, subsidiária da Nintendo que também foi comandada por Iwata, Sakurai diz:
Nossas posições e lugares mudaram durante nossa longa associação. Ele foi o melhor superior que tive, e um homem que me entendeu melhor que qualquer outra pessoa.

Já sobre a última vez que se viram, Sakurai diz que foi no começo do ano:
Foi em janeiro deste ano. Eu havia jantado com o Sr. Iwata em um hotel de Tóquio, e depois o conduzi ao Aeroporto Internacional de Narita para uma viagem de negócios a Seattle. Ele ainda estava bem saudável depois de sua cirurgia, e me disse contente, 'Eu me recuperei o suficiente para conseguir comer toda essa carne!'. Durante esse passeio, nós falamos e rimos sobre muitas coisas.


Via Reino do Cogumelo.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: