quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

[CURTAS] Nintendo revela prejuízo ao divulgar relatório financeiro de 2013

A Nintendo divulgou seu relatório financeiro do ano de 2013, mais precisamente, do período de 1º de abril a 31 de dezembro, e os resultados não exatamente o esperado. Os produtos Nintendo renderam à empresa um lucro de US$4.8 bilhões, uma queda de 8,1% em relação ao mesmo período de 2012, enquanto o lucro obtido foi de US$96.7 bilhões, diminuindo 30% em relação ao ano anterior. Porém, o prejuízo poderia ter sido maior se não fossem algumas situações comerciais que impediram perdas maiores.

Apesar de ter tido lucro menor, a Nintendo tem muito o que comemorar quando se fala do Nintendo 3DS. Apenas no período de abril a dezembro do ano passado, o portátil vendeu impressionantes 11,65 milhões de unidades, ampliando sua base instalada mundial para 57,25 milhões de unidades vendidas. Entre os jogos, o destaque vai para Pokémon X & Y, que venderam juntos mais de 11,6 milhões de cópias em todo o mundo, praticamente uma cópia para cada portátil vendido no período.

Já o Wii U vive uma situação diferente. Apesar de ter reagido com o lançamento de Super Mario 3D World, o console vendeu apenas 2,41 milhões de unidades nesse mesmo período, elevando sua base instalada mundial para 5,71 milhões. A mais recente aventura do encanador bigodudo ultrapassou um milhão de cópias vendidas, mas não foi suficiente para fazer as vendas de jogos do consoles ultrapassarem as 16 milhões de cópias.

Diante dos prejuízos, o presidente da Nintendo, Satoru Iwata, tomou uma atitude: vai cortar seu próprio salário pela metade pelos próximos quatro meses. O gênio Shigeru Miyamoto e Genyo Takeda receberão 30% a menos que o habitual, enquanto outros funcionários terão cortes de até 20%.

Além disso, a Nintendo decidiu comprar o equivalente a 10.000.000 de suas ações, o que renderia à empresa cerca de 125 bilhões de ienes. A empresa também pretende adquirir 8% de suas ações no mercado.


Via Reino do Cogumelo.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: