segunda-feira, 15 de maio de 2017

[CURTAS] CEO da NVidia fala como foi desenvolver o processador gráfico do Switch

No ano passado, rumores diziam que o Switch, à época ainda conhecido como NX, receberia um poderoso chip gráfico da NVidia, o que de fato aconteceu, e hoje o console tem alguns dos gráficos mais belos de todos os tempos. Receoso no início, o CEO da Nvidia, Jen-Hsun Huang, agora exalta o resultado da parceria com a Nintendo no desenvolvimento do Switch e afirma: o resultado foi um "home-run", em referência à jogada mais desejada dos campos de beisebol.

Huang afirmou que o receio inicial da NVidia em colaborar com a Nintendo se deu por conta dos riscos financeiros que a empresa assumiria, pois seria necessário uma boa quantia de dinheiro, além da mão-de-obra qualificada que poderia ser usada em outros projetos. No entanto, a tentação de se aliar à Big N, uma das mais respeitadas companhias do mercado de games em todo o mundo, falou mais alto, e eles decidiram ajudar a gigante de Kyoto em seu ambicioso projeto que viria a ser o primeiro console híbrido da história.

Hoje, com o sucesso incontestável do Switch nos mais importantes mercados do mundo, Huang se diz muito feliz de ter ajudado a Nintendo neste que o executivo considera um verdadeiro "home-run" na indústria dos games:
E então, neste caso, a oportunidade de trabalhar nisso era muito, muito instigante. Realmente quisemos fazer isso, mas sempre requer uma profunda análise estratégica porque foi preciso muitas centenas de engenheiros trabalhando, e eles poderiam estar trabalhando em alguma outra coisa como todas as grandes iniciativas que temos. E então tivemos de ser cautelosos sobre a oportunidade estratégica que isso envolve. Mas no caso do Nintendo Switch, foi um home-run. Estou tão feliz de ter feito isso, e foi a colaboração perfeita entre nós.

Huang tem outros motivos para celebrar a parceria com a Nintendo. Segundo dados financeiros, a NVidia obteve lucro de US$332 milhões no primeiro trimestre de seu ano fiscal (entre fevereiro, março e abril), sendo que US$192 milhões são decorrentes da fabricação dos processadores Tegra usados no Switch. Para efeito de comparação, este valor de US$332 milhões é mais que o dobro do registrado pela empresa norte-americana no mesmo período do ano passado.


Via Reino do Cogumelo.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: