sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

[GAMES] Confira todos os detalhes da transmissão do Nintendo Switch Presentation 2017

O dia 13 de janeiro de 2017 entrou para a história, não apenas da Nintendo, mas para a indústria dos games em geral. Na madrugada desta sexta-feira histórica, a Big N transmitiu, online e ao vivo, o Nintendo Switch Presentation 2017, onde o mundo inteiro finalmente conheceu o Switch, sua linha inicial de jogos, suas especificações e muitas outras coisas. A transmissão começou pontualmente às 2h da manhã, e começou com ninguém menos que Tatsumi Kimishima dando as boas vindas a todos os presentes.

Para iniciar o evento, o presidente da Nintendo explicou detalhadamente como o Switch funciona, além de anunciar a data de lançamento e o preço sugerido: dia 03 de março de 2017, por US$299,99. O executivo também falou sobre o serviço online que o Switch irá oferecer: diferentemente de todos os serviços anteriores, se conectar com o Switch será grátis por um determinado período de tempo, contando a partir do lançamento do console, em março, passando a ser pago a partir de setembro; o valor da assinatura não foi divulgado, e acredita-se que um serviço pago melhoraria a estabilidade dos servidores, além de benefícios exclusivos aos assinantes, que podem ser conferidos no site oficial do Switch. Para finalizar sua participação, Kimishima anunciou que o Switch NÃO possuirá travas de região, e virá em dois pacotes, cuja diferença será apenas na cor dos controles destacáveis Joy-con: em um pacote, eles serão na já conhecida cor cinza, enquanto no outro, o controle esquerdo será azul, e o controle direito será vermelho.

Em seguida, Kimishima "passou o bastão" para Shinya Takahashi, diretor e responsável pelo desenvolvimento de aplicações da Nintendo. Takahashi disse que, em essência, o Switch é uma fusão de todos os consoles já desenvolvidos pela Nintendo, e apresentou as diversas formas de se jogar no console:

  • Modo TV: é o tradicional modo de se jogar videogame. Neste modo, se utiliza um cabo HDMI para conectar a base do Switch à televisão; a tela do console fica ligada na base, e as pessoas podem jogar com o Joy-con Grip ou com o Pro Controller;
  • Modo de mesa: nesse modo, usa-se o apoio traseiro da tela do Switch em uma superfície firme, e cada jogador utiliza um dos controles Joy-con;
  • Modo portátil: semelhante ao Wii U Gamepad, nesse modo o jogador conecta os controles Joy-con nas laterais da tela do Switch, para jogar em qualquer lugar;
Um detalhe importante é sobre a bateria do Switch. Segundo Takahashi, a autonomia do console pode variar entre 2 a 6 horas e meia, dependendo do jogo. O executivo aproveitou para falar sobre o modo multiplayer: segundo Takahashi, até oito aparelhos podem se conectar para partidas online locais.

Depois, Yoshiaki Koizumi, produtor geral de desenvolvimento do Switch, assumiu o comando do evento, detalhando tudo a respeito dos controles Joy-con; inclusive, muitas das patentes registradas pela Nintendo, e que noticiamos aqui no blog, foram empregadas nos controles, gerando inúmeros modos de se jogar. Observem a imagem abaixo:


O Joy-con da esquerda, que possui o sinal negativo ("-"), possui um pequeno botão quadrado logo abaixo das setas direcionais. Segundo Koizumi, esse botão serve para fazer capturas de telas e, futuramente, gravar vídeos para serem compartilhados nas redes sociais. Já o Joy-con da direita, com o sinal positivo ("+") possui o já conhecido botão "HOME", e será nele que o Switch reconhecerá as figuras amiibo: basta encostar a estatueta no botão analógico do controle.

Ambos os Joy-con possuem giroscópio e acelerômetro, permitindo que atuem separadamente um do outro, algo que já vimos e experimentamos com o Wii Remote. Os dispositivos possuem dois botões de encaixe, que funcionam como os revolucionários botões L e R, introduzidos no Super Nintendo, permitindo que possam ser utilizados também na posição horizontal.

Em seguida, Koizumi demonstra a câmera infravermelha que o Joy-con direito possui: ela é capaz de reconhecer a forma do objeto à sua frente, assim como a distância do mesmo. Ele também mostra que os Joy-con poderão transmitir sons e sensações diferentes, como um cubo de gelo em um copo.

Finalizadas as especificações técnicas do Switch, começam as apresentações da linha inicial de jogos do console. Confira nos trailers abaixo:

1-2-Switch - 03 de março de 2017

The Legend of Zelda: Breath of the Wild - 03 de março de 2017

ARMS - entre março e junho de 2017

Splatoon 2 - entre junho e setembro de 2017

Super Mario Odyssey - final de 2017

Mario Kart 8 Deluxe (não apresentado na transmissão) - abril de 2017

Além destes, cerca de 80 jogos estão sendo desenvolvidos por empresas third-parties parceiras do Switch. Entre eles estão: Xenoblade 2, Fire Emblem Warriors, Dragon Quest X, Dragon Quest XI, Sonic Mania, Super Bomberman R, entre outros.

No final da apresentação, figuras do alto escalão da Nintendo também participaram. Satoru Shibata, presidente da Nintendo of Europe, falou sobre os eventos que ocorrerão no velho continente: cidades como Frankfurt, Paris e Londres terão dias especiais onde os consumidores poderão testar o Switch antes do lançamento. O mesmo acontecerá na América do Norte, segundo Reggie Fils-Aimé: o mandatário da Nintendo of America confirmou eventos em seis cidades do continente. Para finalizar, duas ilustres participações encerraram o video: Shigeru Miyamoto não conteve a ansiedade e jogou Breath of the Wild durante a transmissão, enquanto Eiji Aonuma, produtor do jogo, apareceu rapidamente para confirmar a data de lançamento: 03 de março de 2017.

Se você ainda não assistiu, veja agora (em inglês):

E esta foi a Nintendo Switch Presentation 2017. O que acharam da transmissão? Quais suas expectativas para o Switch?

Comentários
0 Comentários

0 comentários: