segunda-feira, 15 de agosto de 2016

[CURTAS] Segundo jornal japonês, Satoru Iwata trabalhou ativamente no desenvolvimento de Pokémon GO

Que Pokémon GO é um fenômeno mundial, ninguém pode negar: o título para dispositivos móveis foi lançado um mês atrás e dominou as atenções de crianças, jovens, adultos e até da mídia de todo o mundo. A Niantic, desenvolvedora até então desconhecida da maioria das pessoas, saltou para o posto de superpotência do mercado dos games, e a Nintendo, que detém direitos da franquia Pokémon, chegou a ultrapassar a Sony em valor de mercado. Agora o que poucos sabem é que Pokémon GO foi um dos últimos jogos que contou com a participação direta do falecido ex-presidente da Nintendo Satoru Iwata em seu desenvolvimento.

A informação foi divulgada pelo conceituado jornal japonês Nikkei, que afirma que Iwata foi figura presente no desenvolvimento de Pokémon GO desde o início da produção do jogo até os últimos dias de vida do executivo, falecido em julho de 2015 vítima de um tumor em suas vias biliares. Segundo a publicação nipônica, Iwata decidiu se envolver assim que soube do projeto que viria a ser Pokémon GO: o executivo queria criar algo com o "estilo Nintendo" de se jogar. Infelizmente, sua doença o impediu de ver aquele que é considerado um dos maiores acertos da história da Nintendo.

Ainda segundo o Nikkei, Iwata utilizava seu computador favorito para trocar mensagens constantes com seu amigo pessoal e presidente da Pokémon CompanyTsunekazu Ishihara, sobre os estágios de desenvolvimento de Pokémon GO. O jornal japonês ressalta que a comunicação entre Iwata e Ishihara prosseguiu até pouco antes da súbita morte do ex-presidente da Nintendo.

Mais uma vez, Iwata foi mestre naquilo que melhor sabia fazer: trazer diversão para todos. O eterno presidente com mente de programador e coração de gamer deixou o caminho pronto para a Nintendo entrar com o pé direito no mercado de dispositivos móveis, e não decepcionou a enorme base de fãs da empresa.


Via Reino do Cogumelo.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: