sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

[CURTAS] Na França, Nintendo Foi a Companhia De Games Que Mais Vendeu Em 2014

Oi pessoal, tudo bem?
O site francês Le Figaro, fez uma publicação onde divulga os números totais de vendas da indústria de videogames na França durante todo o ano de 2014! De acordo com esses dados, a Nintendo foi a companhia que se deu melhor.


A gigante nipônica vendeu quase 4.5 milhões de jogos no ano passado no país supracitado, ficando, pelo segundo ano consecutivo, à frente de outras desenvolvedoras famosas, como Eletronic Arts e Ubisoft. No Top 20 francês de vendas, a Big N colocou 8 títulos! Destes oito, em primeiro lugar fica Pokémon Omega Ruby/Alpha Sapphire, com mais de 476 mil cópias vendidas. Super Smash Bros. For 3DS, impulsionado pela "propaganda boca-a-boca", também foi muito bem sucedido por lá, com vendas que totalizaram 279 mil cópias até o final do ano.
Desde o lançamento do Wii U na França (Final de 2012), foram vendidas mais de 510 mil unidades do console na região! Assim sendo, se comparado aos outros consoles da oitava geração de videogames (Lançados ano retrasado no país em questão), o aparelho da Nintendo fica atrás do PS4, mas à frente do Xbox One. O bundle com Super Smash Bros. For Wii U, foi o responsável por um terço das vendas da Big N nas últimas duas semanas de dezembro.
Comparando as vendas francesas de 2014, do Wii U, com as de 2013, houve um aumento de 40%. Mario Kart 8, lançado em 30 de maio do ano passado, foi um dos mais procurados do console pelos franceses, e vendeu 346 mil cópias até o fechamento da pesquisa.
200 mil amiibos da linha Super Smash Bros. foram vendidos na França (20 mil somente na última semana do ano), principalmente para pessoas que querem colecioná-los, de acordo com o Le Figaro.
Realmente são bons números, não, leitores? Tomara que, com tudo já prometido pela Nintendo para 2015, este ano eles sejam ainda maiores.
Até mais!
                                                                                 
Via Reino do Cogumelo

Comentários
0 Comentários

0 comentários: