sábado, 15 de outubro de 2016

[CORRENTE DOS SETE JOGOS] Episódio 8

Fala pessoal, vamos agora ao oitavo episódio da Corrente dos Sete Jogos, que atrasou novamente devido a uma combinação de fatores, e ai decidi deixar para postar hoje mesmo. Então, sem maiores enrolações, vamos conhecer as escolhas do leitor Fabrício.




Nome / Apelido: Fabricio Buzato/fabuzato
Idade: 19 anos
Onde Mora: Pitangueiras-SP
Contato: @fabuzato (Twitter)
Nintendo ID: fabuzato (Wii U)
Como iniciou sua vida gamer: Quando tinha meus 5 anos ganhei um Super Nintendo da minha madrinha, ele veio sem jogos então todo final de semana eu alugava uma fita diferente e trazia os primos e amigos pra passar o final de semana na minha casa; depois troquei para os consoles da Sony por ser mais viável a compra de jogos "paralelos" mas sempre enchia meu PC de emuladores de consoles da Nintendo e agora tenho um Wii U pra aproveitar ainda mais. E bora pros 7 jogos:

• Jogo que todo mundo fala, mas que nunca jogou:
  • Overwatch ( PS4 / Xbox One / PC): Eu vejo todo mundo da internet falando sobre, acompanhei todos os trailers e os personagens me chamaram muita atenção mas o "tipo" do game matou ele pra mim o FPS; jogos assim eu já tentei jogar mas sempre acabo com uma dor de cabeça tentado me adaptar a câmera, então só jogo jogo de tiro em 3° pessoa!

• Jogo / Franquia que não tem vontade de jogar de novo:
  • Jogos de Corrida em geral: Eu jogava bastante eles na época do PS1 / PS2 por causa do controle em forma de volante eu me achava um motorista mas agora que tenho idade pra dirigir eu deixei eles de lado; mas o bom e velho Mario Kart eu não largo nunca.

• Ultimo jogo que jogou:
  • Donkey Kong 64 (N64): Uma vez eu tentei jogar ele em emulador mas acabei perdendo o save e desisti; mas nesse 2° semestre peguei ele pro virtual console do Wii U e me dediquei o jogo é realmente cansativo, eu gostei dos novos Kongs (Tiny, Chunck, Lanky) e ver os Kremlings tão cheio de personalidade foi um prato cheio pra mim (ainda preciso fazer 101%, mas sem detonado tá difícil).

• Jogo que jogou e ninguém conhece:
  • Digimon Adventure (PSP): Essa foi difícil nunca vou atrás de jogos desconhecidos; eu coloquei esse pois meus amigos nunca ouviram falar e por nunca ter saído do Japão mas com certeza alguém do blog deve conhecer.

• Jogo que te surpreendeu muito:
  • Toda a franquia The Legend of Zelda: A minha primeira experiência com Zelda foi frustante eu aluguei o TLOZ A Link to the Past para o meu Super Nintendo quando era criança e como eu não manjava nada de inglês eu fiquei perdido e achei o que o jogo era só aquilo um mundo vazio, até mesmo quando saia novos jogos e eu crescia achando que era só isso até que em 2011 (acho que foi nesse ano) eu vi uns vídeos no YouTube sobre gente falando daquela apresentação da Nintendo e aquela tech demo de Zelda na apresentação do Wii U eu fiquei super curioso e fui atrás do Ocarina of Time que sempre falam que é o melhor e me apaixonei ali mesmo e to atrás de terminar todos antes do Breath of the Wild.

• Jogo que te decepcionou muito:
  • Power Rangers - Time Force (PS1 / Game Boy Color / Game Boy Advance / PC): Eu adorava os Power Rangers 2D da geração anterior mas quando peguei esse eu levei um choque com aquele mundo 3D tudo estranho e impreciso fora que eu sempre fui horrível naquele jogo nunca conseguia passar da 2° fase até abandonei os jogos dos Power Rangers depois daquela atrocidade.

• Jogo / Franquia que marcou muito sua vida:
  • Donkey Kong Country 2 (SNES): Eu lembro que foi o 1° jogo que eu me esforcei ao máximo pra tentar terminar, o 1° que fiquei até de madrugada jogando eu lembro meu pai vindo me por pra dormir e eu brigava com ele pra eu poder ficar jogando até tarde. Sempre que tenho tempo eu re-jogo ele, ouço a OST sempre e pretendo usar a Forest Interlude como toque de celular até o fim!


E é isso. Curtam, compartilhem e indiquem outros amigos para que eles também participem. Mandem suas respostas pelo email dkc_forever@hotmail.com.

Comentários
0 Comentários

0 comentários: