sexta-feira, 8 de setembro de 2017

[CURTAS] Nintendo é condenada em processo envolvendo o Wii Remote

Oi, pessoal, tudo bem?
A sentença em relação a um processo movido, há quatro anos, pela iLife Techonologies Inc. contra a Nintendo finalmente saiu, e as notícias não são boas para a segunda empresa. Acusada de violar patentes da iLife com a tecnologia do acelerômetro sensível ao movimento utilizada no Wii Remote, a Big N terá de pagar U$10 milhões! A autora da ação havia pedido para que a indenização fosse de U$144 milhões, mas pelo que demonstra a declaração do chefe jurídico da iLife, Jamil Alibhai, o representante da companhia, Munck Wilson Mandala, ficou contente com o a decisão do juiz:

"O veredicto de hoje é o resultado do nosso compromisso com a excelência e um excelente esforço em equipe."

A tecnologia descrita nas patentes as quais a Nintendo teria infringido é utilizada pela iLife para o monitoramento tanto de bebês, com o objetivo de aumentar as chances de prevenção da síndrome de morte súbita, como de idosos, para tentar evitar quedas por parte destes. Em sua declaração sobre a sentença, a gigante de Kyoto deixa claro que irá recorrer:

"No dia 31 de agosto de 2017, um jurado no Texas afirmou que certos acessórios dos videogames Wii e Wii U infringiram uma patente pertencente à iLife Technologies Inc. que permitia à detecção de uma eventual queda de uma pessoa. O júri concedeu à iLife US$ 10 milhões em danos. A Nintendo discorda da decisão, uma vez que a Nintendo não infringe a patente da iLife e a patente é inválida. A Nintendo aguarda com expectativa o levantamento desses problemas com o tribunal distrital e com o tribunal de recursos."

Até mais!
                                                                                 

Comentários
0 Comentários

0 comentários: